domingo, 2 de junho de 2013

7 Episódios Mais Toscos de Supernatural, Comentários Se Beber Não Case 3, Grimm 2.03 e 2.04 e Saint Seiya Omega 59

Olá pessoas!

Como ocorre agora no blog, todo o primeiro domingo de cada mês tem post diferenciado.
Primeiro, quero parabenizar o novo showrunner de Supernatural Jeremy Carver pelo feito inédito na série. Nem Eric Kripke conseguiu tal façanha em cinco temporadas. Carver fez o que ninguém tinha feito: uma temporada de Supernatural sem episódios toscos. Não teve um único episódio que fosse "fora do ar". Mas... Em compensação, as outras sete temporadas... Óbvio que amo Supernatural, mas nada é cem por cento perfeito. Por isso, em cada temporada anterior a oitava, teve um episódio tosco. Se verificando que tem em média de 22 a 23 episódios [com exceção da terceira que tem 16], sendo 21 episódios bons e um ruim, a estatística está mais favorável [bem mais]. E é sobre estes episódios que é a nossa lista de hoje.
Hunters, não me crucifiquem. É apenas uma opinião e cada um tem a sua, não é mesmo?


7 EPISÓDIOS MAIS TOSCOS DE SUPERNATURAL

Vamos definir por ordem de temporada porque, sinceramente, não sei qual é pior.
OBS: define-se como tosco algo que não tem sentido na série, que vai além do bizarro. Não confunda tosco com mal escrito. São ideias diferentes.

7 Coisas que Grimm tem a ver com Supernatural

#7 Zoológico Mágico de Plucky Pennywhistle


Título original: Plucky Pennywhistle's Magic Menagerie.
Número: 14.
Temporada: 7ª temporada.

Por que é tosco? Bem, até o nome dele em português é tosco. É um episódio que fala sobre os medos infantis. E, lembrando as piores recordações possíveis, está Sam diante de um palhaço e qualquer hunter que se preze sabe o trauma que o little Sammy tem com isso. Até não seria tão ruim se não fosse o jeito tosco do Sam apanhar dos palhaços. E, não seria tão tosco com o fato de ter um unicórnio assassino soltando arco-íris pelo traseiro, fazendo uma referência ao que Dean diz sobre acreditar em anjos, isso bem antes de conhecer o Cas.

E poderia piorar? Graças a deus não mostraram o polvo gigante. Completamente idiota.

 E quando você pensa que já viu tudo...


#6 Bata Palmas Se Você Acredita 


Título original: Clap Your Hands If You Believe
Número: 9
Temporada: 6ª temporada.

Por que é tosco? A partir deste episódio passei a odiar fadas. Primeiro porque lembra Crepúsculo [só os fortes entenderão] e é outra coisa que odeio. Tudo começa com Dean sendo abduzido [outra coisa que odeio] e voltando fora da realidade aparentemente. Sam com um sexo selvagem com uma nativa hippie, em vez de procurar Dean. E a pior cena em relação ao citado: Dean apanhando de uma fada, aparentemente nua. Não, você não leu errado! Ele foi praticamente nocauteado. Com tanta coisa que Dean enfrentou na vida, não acha meio cúmulo apanhar da Sininho na versão pornô?

E poderia piorar? Ainda bem que não confirmaram a abdução alienígena.

Uma fada semi-nua? Só em Supernatural acontece essas coisas!

#5 O Martelo dos Deuses 

Título original: Hammer of The Gods
Número: 19
Temporada: 5ª temporada.

Por que é tosco? Bem, temos o arcanjo Gabriel, o que já pode deixar o episódio duvidoso, já que ele também aparece num outro episódio tosco citado mais adiante. E pensa em vários deuses pagãos reunidos, Lúcifer a caminho, os Winchesters metidos nisso e um arcanjo doido num serviço de proteção a testemunhas celestial? Claro que não ia dar boa coisa. Os deuses meio excêntricos demais e, para quem é acostumada com Saint Seiya, inserir deuses mitológicos e distorcer sua personalidades não é algo atrativo.
O fato de Lúcifer matar 90% desses deuses como quem crava a mão numa massa de pão também não foi algo que empolgasse. E a morte do Gabriel, apesar de forçada, ainda foi sentida por alguns.

E poderia piorar? Já piorou. Para fechar com chave de ouro, Gabriel grava um DVD pornô para dizer aos Winchesters como mandar Lúcifer para a jaula, algo que é acessado após a morte do arcanjo.
Gabriel é o único arcanjo que grava filme pornô de si mesmo. 
Também, é o único suficientemente louco para isso.

#4 Filme de Monstro


Título original: Monster Movie
Número: 5
Temporada: 4ª temporada

Por que é tosco? Até teria tudo para ser um bom episódio, preto e branco, estilo clássico. Mas, a parte boa para por aí. Primeiro temos uma October Fest. Sim, essa mesma! A festa do chope! Tipo, para um cenário norte-americano ou mesmo Supernatural é muito estranho. Mas, se ainda fosse esse o detalhe... Para completar, temos um metamorfo que consegue ser totalmente escroto [para não dizer algo ainda pior], se transformando em monstros clássicos do cinema de terror. O vampiro com certeza é o pior deles. Além de ser um metamorfo, tem um parafuso solto.

E poderia piorar? Já piorou. O vampiro metamorfo pediu uma pizza e pagou com o cupom brinde.

O dente desse vampiro é mais falso que menstruação de travesti.

#3 O Fantasma Bissexto 


Título original: GhostFacers
Número: 13
Temporada: 3ª temporada

Por que é tosco? A ideia é interessante: um seriado sobre uma casa mal-assombrada, com cenas reais do que acontece lá. Porém temos os "Ghostfacers" ou os "Encara fantasmas" como é traduzido da pior forma possível. Apesar de alguns risos como o círculo de sal e a mochila [hunters sabem do que estou falando], o episódio é uma espécie de "Todo o Mundo Em Pânico", ou seja, uma comédia forçada. Umas situações são engraçadas e outras eles forçam a barra para que pareça engraçado. Você acaba rindo para não chorar e quase acaba torcendo para que o fantasma pegue todos eles.

E poderia piorar? Poderia ter sido o Dean ou o Sam a ter um "relacionamento gay que ultrapassasse as barreiras da vida".

Só assim para encarar um episódio desses.

#2 Exagerado


Título original: Tall Tales
Número: 15
Temporada: 2ª temporada

Por que é tosco? É outro episódio que você ri para não chorar. Primeiro lugar, temos abdução alienígena falsa [por que eles gostam de abduções???], com um ET dançando Lady In Red do Chris de Burgh. Depois, um suicídio num quarto que o número é 669 e virando dá 666. E a pior parte: Dean e Sam brigando mais que crianças da educação infantil. Discussões sem fundamento e o Bobby tendo que pôr uma realidade para esses meninos. E quem é responsável por tudo isso? Trickster! Não poderia ser outra coisa [Sim! Outra coisa, não é humano para ser pessoa!].

E poderia piorar?
Sim! Como Trickster na verdade era Gabriel, o arcanjo e não o deus pagão de quinta categoria, ele não morreu e gerou o episódio "Martelo dos Deuses", o tosco da quinta temporada.
ET tosco dançando Lady in Red é o fim!

#1 Rota 666


Título original: Route 666
Número: 13
Temporada: 1ª temporada

Por que é tosco? De todos os episódios que já vi em Supernatural [e estamos falando de oito temporadas completas], esse foi o mais sem sentido que já vi. Simplesmente porque ele vai contra tudo no que diz respeito sobre fantasmas e como eliminá-los. Para começar, a rota é 66 e não 666 [e não tenho certeza, mas é capaz de ter apenas um número 6]. Outra coisa: um posicionamento muito mal feito sobre o racismo. E a pior parte: para acabar com o fantasma, Dean teve que fazer o espírito passar com o carro em solo sagrado. De onde isso? No episódio de mesma temporada, anterior a este, Hook Man [Homem-Gancho], o homem gancho atravessa a igreja inteira atrás do Sam. E nada acontece até que queime o que sobrou de seu gancho. Ou seja, nem esperaram para queimar todo o carro. E essa coisa de "solo sagrado para espíritos" nem tem cabimento. Pode isso Carver? NÃO!!! Vai contra tudo que um hunter sabe.

E poderia piorar?
O único jeito de piorar isso aí era mandando um despacho de esquina para mandar o morto embora. Irônicos entenderam a frase.

Nem Sam salvou a pátria direito!



Olhei o filme Se Beber Não Case 3 [The Hangover - Part III]. Apesar de ter cenas engraçadas, foge muito aos filmes anteriores. Os personagens não ficam chapados ou bêbados. E tenho certeza que todos querem ferrar com aquele chinês, oh sujeitinho son of a bitch. Tirando a cena dos galos e a da sacada, as outras não foram tão hilárias. Com exceção da cena final que vem depois dos créditos que compensa o resto do filme, que tu quase choras de tanto rir. Mas, faltou uma coisa: cadê as fotos? A parte boa aboliram. Ok, o filme em si não teria motivo para as fotos, mas o ponto alto do filme tiraram do roteiro? Sacanagem isso!
Comparado com os anteriores, a história até evoluiu mais, mas a comédia deixou a desejar.
P.S.: A imagem acima faz refeência a Abbey Road, capa do CD dos Beatles.

SAINT SEIYA OMEGA EPISÓDIO 59

A Relação entre Irmãos! Shun de Andrômeda se junta à Batalha!

Como foto e nome do título dizem, Shun de Andrômeda aparece nesse episódio. E é o velho Shun que a gente conhece [só faltou gritar "Ikki!!!"]. Mas, ao mesmo tempo é Shun mais maduro que agora sabe se virar sozinho. Que se preocupa com todos. Que ainda não quer machucar os inimigos.
Yuna, Souma e Ryuho vão até uma vila onde o cavaleiro de Andrômeda está. Aparece um pallasita de terceira classe, Halimede, mais falso que uma nota de três reais.
Shun precisa lidar com um garoto que teve seu irmão afetado pelo tempo por este pallasita. O guri fica revoltado e Shun precisa mostrar o que é certo. Shun fala sobre Ikki, para os mais desesperados, e diz que o irmão está desaparecido. Ou seja, todo o mundo no vácuo de novo.
O lendário cavaleiro se junta na batalha contra os pallasitas.

GRIMM

2.03 BAD MOON RISING [LUA RUIM]

Grimm está roubando o elenco de Supernatural! Primeiro foi a Amy Gumenick, depois foi o Sebastian Roché... Agora é o Tio Lú... Ooops, Mark Pellegrino! Sim, ele também é uma criatura. Um coyolt, pai de uma adolescente de 17 anos que é sequestrada para um ritual de acasalamento. 

Mark Pellegrino como Jarold Kempfer em Grimm.

E não é só o elenco. O título desse episódio é o nome da música da banda Creedence Clearwater Revival, que toca no momento final do último episódio de Supernatural. É pouco ou quer mais?
O ponto positivo é que finalmente Hank descobre a verdade sobre Nick, sobre o que o detetive Burkhardt é.
E Juliette? Lembra-se de quase todo o mundo. Eu disse quase: todos menos o Nick. Até do Monroe ela lembra [daí é muita sacanagem]. Adalind fez muito bem o trabalho. Completamente sujo, mas fez.


2.04 QUILL [OURIÇO]

Uma doença estranha ataca alguns wesen e Nick precisa descobrir a cura. Essa mesma doença acaba atingindo Rosalee. Rola o primeiro beijo de Rosalee e Monroe. Mas, pena que isso foi um dos sintomas da doença. Monroe fica todo atrapalhado para realizar o antídoto. Hank descobre que Monroe é um Blutbad e Rosalee uma Fuchsbau. O antídoto é concluído e os wesen se salvam.
Juliette tem várias lembranças, mas nenhuma delas mostra Nick. São relacionadas, mas não mostram os dois juntos. Muito ruim isso. Coitado do Nick.

Pelegrino anda com frio. Arrumamos uma caixa pra ele, mas o metido não se agradou. Quero ver quando o frio apertar mais. Só que para sentar no meu tênis ele se presta.

Era isso pessoas, deixo para vocês mais uma tirinha de Supernatural.

Até a próxima!

o/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...